Bistrô

Caixas ou sacolas?

28 Jun 2011

Grata surpresa ser abordada pelo caixa do Prezunic, perguntando se eu preferia as minhas compras embaladas em sacolas ou em caixas de papelão. “Caixas, claro!”. Não que não preferisse antes, só nunca me dispus a pedir as caixas, ou ir pegá-las, depois de exaustiva sessão de compras.

Minha postura não era bacana, nem ambientalmente correta, mas esse é um caso em que o supermercado pode ajudar os seus clientes a fazerem a coisa certa. (Nem vou falar que fica mais barato, porque as pessoas deixam de consumir sacolas para usarem as caixas, que seriam descartadas.)

Desde que abriu sua loja em Botafogo, o Prezunic preocupou-se em oferecer instalações limpas, preço baixo, uma equipe simpática e produtos de boa qualidade. Destacou-se de seus concorrentes. Mas fiquei feliz em ver que estão preocupados em ir além do básico bem feito. Pensam em serviço total. Em que mais eu posso ajudar os meus clientes a serem felizes? A terem boas atitudes? E isso, no caso das caixas de papelão, não custou mais que uma comunicação bem feita, uma pergunta e uma pessoa disposta a ir pegar as caixas, que já ficam na frente do check out. Foi uma reestruturação dos elementos que já existiam e uma luz de sustentabilidade na marca: eles fazem a parte deles e nos ajudam com a nossa.

Só há um pequeno detalhe: as caixas ficam muiiiiiiiito mais pesadas que as sacolas. Tirá-las do fundo de um carrinho de supermercado é tarefa para poucos. Talvez seja a hora de investir um pouco mais em um carrinho que facilite o uso de caixas. Mesmo assim, fui para casa com uma ótima sensação de dever cumprido. É, muito prazer!

 

por:

Deixe uma resposta