Bistrô

Consumidor: ele ainda existe?

09 Mai 2011

Quem consome também vive, faz xixi, se apaixona, ama e rejeita, escolhe, muda de ideia, é assaltado, se compadece da morte de um grande artista. Uma marca tem que pensar em admiradores, a palavra é forte demais? Consumidor também é um conceito estreito porque pressupõe que as marcas devem falar apenas com quem compra, de um lado colocando esse interlocutor num papel passivo e de outro esquecendo que existem públicos de relacionamento totalmente essenciais. A mesma pessoa que viaja de executiva no outro pega o vôo com a tarifa mais barata, usa jeans Diesel e camisetas Hering, perfume francês e desodorante Rexona, anda de metrô e  4 x 4 importado.

Se a visão das empresas para seus públicos muitas vezes é estreita, o público vem aprendendo muito direitinho a conhecer as empresas, e inclusive a se organizar em grupos para fazer isso. Outro dia estava numa mesa de bar e vi um Land Rover ganhar asinhas quando um amigo contou para outro, que ia fechar negócio no dia seguinte, suas péssimas experiências com a concessionária do Rio.

 

 

por:

Deixe uma resposta