Bistrô

Todo rico joga golfe?

16 Mar 2011

Adoro a Farm. Já passei dos 40 tem tempo, mas minha alma é carioca, e me sinto totalmente no direito de escolher uma ou outra peça que reflita esse jeito de ser. Porque gente é assim, meio caleidoscópio, agrupável apenas por crença, valor, aspiração e nunca (apenas) por dinheiro no bolso, idade ou local de moradia. No exercício diário de planejar comunicação – e portanto entender comportamentos – acho que segmentar mercado potencial passa por ver o interesse, a comunidade, o blog do cliente e tentar achar as pessoas que buscam a mesma coisa. Na vida, não em nenhum produto, porque produto só existe inserido na vida das pessoas. Parece óbvio, mas tem muitas categorias que ainda se comunicam por estereótipos – bancos e seguradoras são um bom exemplo – esquecendo que, no mundo online, o que a gente gosta está exposto, evidente, pulsando. E que nem todo rico joga golfe, nem todo jovem é moderninho, nem toda criança gosta de chocolate. E nem toda cliente da Farm tem 15 anos.

por:

Uma resposta para “Todo rico joga golfe?”

  1. Carol disse:

    E não esquecendo que uma mesma mulher pode usar Hope para o dia-a-dia, Duloren para momentos especiais e capricho aos domingos ;)

Deixe uma resposta